EMPRESA

A Empresa


MISSÃO

A SAPEC Agro tem como missão: "Fornecer produtos e serviços de elevada qualidade, promovendo práticas standard de segurança e protecção ambiental, visando a satisfação dos seus clientes".


HISTÓRIA

Uma actividade histórica
O Grupo Sapec, fundado em 1926 e originalmente criado para explorar as minas de pirite do sul de Portugal rapidamente se integrou verticalmente na produção de adubos fosfatados, utilizando o ácido sulfúrico produzido a partir de cinzas de pirite, para em seguida alargar e desenvolver progressivamente as suas actividades de produção e de comercialização a outros factores de produção para a agricultura. A produção e a comercialização de adubos, de agroquímicos, de sementes e rações para animais foram, durante longos anos, as actividades de base principais e quase únicas deste Grupo. A Sapec Agro tendo tomado sob a sua égide este conjunto de actividades ligadas aos factores de produção para a agricultura pode, por conseguinte, ser considerada como a empresa do Grupo que retomou o que foi a actividade histórica do Grupo.

Uma actividade fundamental
Transformado hoje numa holding industrial e de serviço Ibérico, o Grupo Sapec gere 5 negócios de base, Factores de produção para a agricultura, Distribuição de produtos químicos e Tratamento de resíduos industriais banais, Logística, Distribuição e Trading de agro-alimentares e a Produção de energia renovável.
O negócio histórico foi o berço das novas actividades que se tornaram hoje independentes. O nosso negócio histórico foi, com efeito, um viveiro de experiência, de “management” e de conhecimento que permitiu a conversão do Grupo Sapec de um grupo uni-sectorial numa holding multi-sectorial. O nosso negócio histórico, que agora se encontra sob o domínio da Sapec Agro, foi efectivamente uma actividade fundamental que, contribuiu, decisivamente para o desenvolvimento do Grupo Sapec.


POLÍTICA DE GESTÃO

A Sapec Agro assume como objectivo a manutenção da sua posição de liderança no mercado nacional, integrada na estratégia de Grupo de Genéricos Diferenciados Independente e Internacional.
Reconhecendo a gestão de topo que a actual boa imagem e posição conquistadas, quer ao nível nacional quer no mercado internacional, é fruto da qualidade dos seus produtos e serviços, aliada à prevenção da poluição, de acidentes graves e dos riscos profissionais, bem como ao valor dos seus recursos humanos, define os seguintes pilares que constituem a sua política de gestão:
• Formular produtos, que pela sua qualidade, prazo de entrega e preço, satisfaçam inteiramente os requisitos e necessidades dos clientes, bem como as especificações técnicas exigíveis por lei e requeridas pelos clientes. Para que se atinja este fim, entende-se como necessário que todas as funções ligadas às homologações dos novos produtos, formulação e serviços trabalhem em conjunto, e em colaboração com fornecedores, em torno deste objectivo comum.
• Garantir o cumprimento dos requisitos legais e normativos aplicáveis às actividades desenvolvidas, bem como de qualquer outro acordo que venha a ser subscrito.
• Garantir a formação contínua dos trabalhadores a todos os níveis, reconhecendo este factor, bem como a produtividade associada a todas as áreas, como determinantes para o sucesso da empresa. Paralelamente, e dando seguimento aos princípios instituídos pelos fundadores do Grupo SAPEC, a empresa propõe-se manter uma Cultura de Responsabilidade Social com os seus colaboradores, parceiros e comunidade local.
• Promover a geração e a difusão da criatividade e do conhecimento, a realização de actividades de vigilância e cooperação tecnológica, tendo em vista a utilização desse conhecimento no desenvolvimento de projectos de IDI e com o objectivo de aumentar a eficácia do desempenho da organização, de acordo com os requisitos da norma NP 4457:2007.
• Fomentar uma Cultura de Qualidade e Inovação, através da promoção de campanhas de criatividade, análise de oportunidades, promoção de eventos e valores entre os elementos da sua equipa.
• Apostar fortemente na Investigação, Desenvolvimento e Inovação, reconhecendo este princípio como factor diferenciador.
• Alargar cada vez mais as suas fronteiras, assentando a sua expansão em políticas de internacionalização consistentes.
• Garantir o cumprimento das Boas Práticas de Fabrico de Medicamentos Veterinários.
• Minimizar os riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores, nomeadamente no que se refere à movimentação manual de cargas e à exposição a agentes químicos.
• Controlar e reduzir os impactes ambientais resultantes da sua actividade, com especial relevo para os significativos, designadamente os associados à produção de resíduos e efluentes residuais, e aos consumos de água e de energia eléctrica.
• Reconhecer que a natureza da sua actividade e dos produtos manuseados poderão conduzir à ocorrência de acidentes graves, e com base nesta premissa manter uma política de prevenção de tais acidentes, e minimização das suas consequências.
• Prevenir acidentes ambientais e outras formas de poluição, de lesões, ferimentos e danos para a saúde, e de acidentes graves envolvendo substâncias perigosas.
• Garantir que o Laboratório de Controlo da Qualidade, assume os compromissos quanto às boas práticas profissionais e à qualidade dos seus ensaios ao prestar serviços de qualidade aos seus clientes; garantir ainda que todo o pessoal relacionado com as actividades de ensaios se familiarize com a documentação da qualidade, aplique as políticas e procedimentos no seu trabalho, com vista ao compromisso de cumprir com a NP EN ISO/IEC 17025 e ainda garantir que os ensaios realizados cumprem com os procedimentos estabelecidos e os requisitos dos clientes.
• Obter dados experimentais no âmbito de sistemas de qualidade de acordo com as Boas Práticas de Laboratório, tal como definidas nos Princípios BLP da OCDE de 1997, necessários ao processo de registo de produtos fitofarmacêuticos através do Serviço BPL que integra o Laboratório Físico-Químico, a Unidade de Ensaios de Resíduos e o Laboratório de Resíduos.
É propósito da SAPEC AGRO garantir a eficácia do seu sistema de gestão, para que, por esta via, consiga promover a sua melhoria contínua.
Esta política encontra-se implementada através da definição de acções, objectivos e metas, e conta com o envolvimento de todos os colaboradores para a sua concretização.

Dezembro de 2011

JOÃO ESTRELA




POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

A SAPEC AGRO desenvolve a sua actividade numa perspectiva de sustentabilidade, procurando o equilíbrio entre os seus resultados, a satisfação dos seus clientes e as suas responsabilidades ambientais e sociais.
A SAPEC AGRO reconhece as pessoas como o seu activo mais importante e, por isso, respeita os direitos humanos e as condições de trabalho dos seus colaboradores, e garante as condições de saúde e segurança no desenvolvimento da sua actividade.
A SAPEC AGRO compromete-se a cumprir com todos os requisitos da SA 8000 e a legislação aplicável, com as seguintes orientações, enquadradas nas directivas das convenções e recomendações da Organização do Trabalho e das Nações Unidas:
- Não existência de quaisquer tipos de trabalho forçado ou trabalho infantil;
- Condições para o livre associativismo dos colaboradores;
- Não permissão de qualquer tipo de discriminação;
- Rigoroso cumprimento da legislação em matéria de horário de trabalho, remuneração e práticas disciplinares;
- Procura contínua da melhoria das condições de trabalho;
- Adequada qualificação dos colaboradores para a execução das funções que lhe foram atribuídas, incluindo a consciencialização da prevenção dos acidentes de trabalho e das doenças profissionais;
- Condições de segurança, com o mínimo risco possível para a saúde ou a vida humana, na forma como são desenvolvidas as actividades de todos os que utilizam as nossas infra-estruturas ou que se encontrem na sua envolvente - colaboradores, clientes e parceiros;
- Gestão dos seus fornecedores com a preocupação de que as suas actividades sejam desenvolvidas no cumprimento dos requisitos da norma SA8000.

A SAPEC AGRO compromete-se a melhorar continuamente o seu desempenho de Responsabilidade Social e a contribuir para a sua repercussão nas partes interessadas, nomeadamente na sua cadeia de fornecimento.

Outubro de 2011

JOÃO ESTRELA
© 2010 - SapecAgro | Condições Legais | Actualizado a 12.2014 | Desenvolvido por ::RightClick