EMPRESA

Política de Gestão e de Responsabilidade Social


POLÍTICA DE GESTÃO


A SAPEC Agro assume como objectivo a manutenção da sua posição de liderança no mercado nacional, integrada na estratégia de Grupo de Genéricos Diferenciados Independente e Internacional.
Reconhecendo a gestão de topo que a actual boa imagem e posição conquistadas, quer ao nível nacional quer no mercado internacional, é fruto da qualidade dos seus produtos e serviços, aliada à prevenção da poluição, de acidentes graves e dos riscos profissionais, bem como ao valor dos seus recursos humanos, define os seguintes pilares que constituem a sua política de gestão:
• Formular produtos, que pela sua qualidade, prazo de entrega e preço, satisfaçam inteiramente os requisitos e necessidades dos clientes, bem como as especificações técnicas exigíveis por lei e requeridas pelos clientes. Para que se atinja este fim, entende-se como necessário que todas as funções ligadas às homologações dos novos produtos, formulação e serviços trabalhem em conjunto, e em colaboração com fornecedores, em torno deste objectivo comum.
• Garantir o cumprimento dos requisitos legais e normativos aplicáveis às actividades desenvolvidas, bem como de qualquer outro acordo que venha a ser subscrito. Garantir a formação contínua dos trabalhadores a todos os níveis, reconhecendo este factor, bem como a produtividade associada a todas as áreas, como determinantes para o sucesso da empresa. Paralelamente, a empresa propõe-se manter uma Cultura de Responsabilidade Social com os seus colaboradores, parceiros e comunidade local.
• Promover a geração e a difusão da criatividade e do conhecimento, a realização de actividades de vigilância e cooperação tecnológica, tendo em vista a utilização desse conhecimento no desenvolvimento de projectos de IDI e com o objectivo de aumentar a eficácia do desempenho da organização, de acordo com os requisitos da norma NP 4457.
• Promover a contínua melhoria do desempenho energético juntos dos seus colaboradores e parceiros de negócio, promovendo a sua participação, identificação e implementação de melhores práticas de gestão da energia.
• Fomentar uma Cultura de Qualidade e Inovação, através da promoção de campanhas de criatividade, análise de oportunidades, promoção de eventos e valores entre os elementos da sua equipa.
• Apostar fortemente na Investigação, Desenvolvimento e Inovação, reconhecendo este princípio como factor diferenciador.
• Alargar cada vez mais as suas fronteiras, assentando a sua expansão em políticas de internacionalização consistentes.
• Garantir o cumprimento das Boas Práticas de Fabrico de Medicamentos Veterinários.
• Minimizar os riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores, nomeadamente no que se refere à movimentação manual de cargas e à exposição a agentes químicos.
• Controlar e reduzir os impactes ambientais resultantes da sua atividade, com especial relevo para os significativos, designadamente os associados à produção de resíduos e efluentes residuais, aos consumos de água, ao desempenho energético, e rejeição de águas pluviais e domésticas potencialmente contaminadas.
• Reconhecer que a natureza das suas atividades (e modificações associadas) e dos produtos manuseados poderão conduzir à ocorrência de acidentes graves, em particular no estabelecimento abrangido pelo regime Seveso, e nomeadamente incêndio e perda de confinamento, e com base nesta premissa manter uma política de prevenção de tais acidentes, e minimização das suas consequências.
• Prevenir acidentes ambientais e outras formas de poluição, de lesões, ferimentos e danos para a saúde, e de acidentes graves envolvendo substâncias perigosas.
• Garantir que o Laboratório de Controlo da Qualidade, assume os compromissos quanto às boas práticas profissionais e à qualidade dos seus ensaios ao prestar serviços de qualidade aos seus clientes; garantir ainda que todo o pessoal relacionado com as actividades de ensaios se familiarize com a documentação da qualidade, aplique as políticas e procedimentos no seu trabalho, com vista ao compromisso de cumprir com a NP EN ISO/IEC 17025 e ainda garantir que os ensaios realizados cumprem com os procedimentos estabelecidos e os requisitos dos clientes.
• Obter dados experimentais no âmbito de sistemas de qualidade de acordo com as Boas Práticas de Laboratório, tal como definidas nos Princípios BLP da OCDE de 1997, necessários ao processo de registo de produtos fitofarmacêuticos através do Serviço BPL que integra o Laboratório Físico-Químico, a Unidade de Ensaios de Resíduos, o Laboratório de Resíduos e o Laboratório de Microbiologia.
É propósito da SAPEC Agro garantir a eficácia do seu sistema de gestão, auditado regularmente, para que, por esta via, consiga promover a sua melhoria contínua.
Esta política, revista anualmente com o objetivo de se concluir sobre a sua adequabilidade, encontra-se implementada através da definição de ações, objetivos e metas, da disponibilização da informação e recursos necessários (humanos, tecnológicos e financeiros), e conta com o envolvimento de todos os colaboradores para a sua concretização.


Abril de 2017
Eric Van Innis
(CEO)