PRODUTOS
Outros Produtos SAPEC
Visualizar Ficha Técnica CLP
Ficha de Segurança CLP
Tabela de Compatibilidades

LMR
Consultório Online
Mais informação
PRODUTOS



DOURO® é um fungicida sistémico, que atua preventivamente, devendo ser aplicado antes do aparecimento da doença.

Tipo de Produto: Fungicidas
Formulação: Concentrado para emulsão com 100 g/L ou 10,1% (p/p) de penconazol
Família Química: Triazol
Número APV/AV: 3569

Embalagens:
. 35 mL
. 70 mL
. 1 L

ATENÇÃO

A consulta do site não dispensa a leitura atenta do rótulo

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

  DOURO® é um fungicida anti-oídio sistémico à base de penconazol com ação preventiva e curativa sobre o oídio da videira, pessegueiro e meloeiro.

  Após a aplicação, penetra na planta por via foliar em cerca de 30-60mn, deslocando-se para os pontos de crescimento.

  DOURO® apresenta ação anti-esporulante, mantendo-se biologicamente ativo cerca de 12 a 14 dias, durante os quais promove uma proteção eficaz de folhas e cachos.

OBSERVAÇÕES

  Não se deve aplicar DOURO® nos locais onde se verifiquem quebras de eficácia do produto após aplicações repetidas do mesmo ou de outros produtos com o mesmo modo de ação (IBE's).

  A conjugação de temperaturas baixas com uma área foliar reduzida (início do ciclo vegetativo) limitam a absorção e mobilidade do produto que se tornam mais lentas. Não são recomendadas aplicações de IBS’s com temperaturas inferiores a 10ºC.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

  Seguir as recomendações dos Serviços de Avisos.

  No caso da vinha, o número máximo de tratamentos a efetuar deverá ser de 3, posicionados antes do fecho dos cachos. Numa estratégia anti-resistência recomendam-se duas enxofras com BAGO DE OURO® 98,5% podendo os restantes tratamentos ser realizados com o fungicida STULLN® WG ADVANCE.

  DOURO® não afeta a fermentação nem as características organolépticas dos vinhos.

  As concentrações indicadas referem-se a pulverizações em alto volume. Quando a aplicação se faz com aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores), a concentração  deve ser aumentada por forma a que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

  As aplicações de DOURO® de acordo com as boas práticas agrícolas e sendo a última aplicação efetuada até 45 dias antes da vindima, não existe risco de deteção de resíduos de penconazol no vinho, tal como o demonstraram os estudos desenvolvidos pela SAPEC Agro para a sua formulação de penconazol.

  Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança do produto.

  Os produtos fitofarmacêuticos (PFF) homologados em Portugal podem ser utilizados em proteção integrada (PI), não existindo uma lista de PFF's recomendados especificamente para esse efeito. A escolha do PFF deve ter, obrigatoriamente, em consideração a aplicação dos princípios gerais da PI e as normas definidas para a cultura.