PRODUTOS
Outros Produtos SAPEC
Visualizar Ficha Técnica CLP
Ficha de Segurança CLP
Tabela de Compatibilidades

LMR
Consultório Online
Mais informação
PRODUTOS



LOUSAL® é um fungicida sistémico da familia dos triazóis, que atua na demetilação da síntese de esteróis (DMI), com ação preventiva e curativa, indicado para o controlo do oídio da videira, olho-de-pavão da oliveira e doenças do trigo e cevada.

Tipo de Produto: Fungicidas
Formulação: Emulsão água em óleo com 250 g/L ou 25,5% (p/p) de tebuconazol
Família Química: Triazol
Número APV/AV: 3751

Embalagens:
. 5 L
. 20 L
. 200 L

PERIGO

A consulta do site não dispensa a leitura atenta do rótulo

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

  O LOUSAL® é um fungicida sistémico indicado para o controlo do oídio da videira, olho de pavão da oliveira, e doenças do trigo e cevada.

  O LOUSAL® penetra rapidamente no interior das folhas (2 horas) proporcionando resistência à lavagem, seguindo-se uma migração lenta e regular no interior da planta, possibilitando a proteção dos novos tecidos.

OBSERVAÇÕES

  A utilização do LOUSAL® no controlo do olho de pavão em olival, permite o combate a esta doença ao seu aparecimento e em condições climáticas favoráveis, com a aplicação Primaveril.

  Se necessário, prosseguir os tratamentos no Outono com produtos cúpricos aprovados para a finalidade sendo que se poderá recorrer à estratégia cúprica preventiva no Outono com o CUPRITAL®, CUPRITAL® SC, ou outro dos nossos cobres.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

  Seguir as recomendações dos Serviços de Avisos.

  Calibrar adequadamente o equipamento de aplicação. A concentração  de produto deve ser ajustada à quantidade de água distribuída por hectare pelo pulverizador, de modo a não exceder as doses indicadas. Para diminuir o risco de arrastamento de calda, evitar pressões superiores a 2 Kg/cm2 e o uso de atomizadores. Aplicar em condições de pouco vento.

  Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança do produto.

  Os produtos fitofarmacêuticos (PFF) homologados em Portugal podem ser utilizados em proteção integrada (PI), não existindo uma lista de PFF's recomendados especificamente para esse efeito. A escolha do PFF deve ter, obrigatoriamente, em consideração a aplicação dos princípios gerais da PI e as normas definidas para a cultura.