PRODUTOS
Outros Produtos SAPEC
Visualizar Ficha Técnica CLP
Ficha de Segurança CLP
Tabela de Compatibilidades

LMR
Consultório Online
Mais informação
PRODUTOS



O DICLOXAN® é um herbicida sistémico absorvido essencialmente pelas folhas, está indicado para o controlo em pós-emergência do balanco-maior, erva-febra, erva-cabecinha nas culturas de trigo, triticale, cevada e beterraba açucareira e forrageira.

Tipo de Produto: Herbicidas
Formulação: Concentrado para emulsão com 360 g/L ou 35,1% (p/p) de diclofope-metilo
Contém: xileno
Família Química: Ácido 2-(6-aril oxifenoxi) propiónico
Número APV/AV: 3043

Embalagens:
. 20 L

PERIGO

A consulta do site não dispensa a leitura atenta do rótulo

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

  O DICLOXAN® é um herbicida sistémico com alguma ação de contacto.

  O produto é absorvido sobretudo pelas folhas das infestantes, mas essa absorção também se pode dar ao nível das raízes, se o solo apresentar alguma humidade.

  O DICLOXAN® é um herbicida de pós-emergência da cultura e das infestantes, que controla as principais infestantes gramíneas dos cereais: balanco, erva-febra e erva-cabecinha.

OBSERVAÇÕES

  Principais sintomas das infestantes após a aplicação do produto:
    . Descoloração das folhas.
    . Paragem de crescimento.
    . Morte do ápice vegetativo.
    . Consequente morte de toda a planta.

  Aconselha-se a mistura de DICLOXAN® com GRANSTAR® 50 SX para controlar também as infestantes dicotiledóneas, e assim, abranger um maior espectro de ação. (Mistura não homologada: 2-3 L/ha DICLOXAN® + 20-30 g/ha GRANSTAR® 50 SX).

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

  No caso das infestantes balanco-maior (Avena sterilis), erva-febra (Lolium rigidum), fazer a aplicação desde a emergência até ao afilhamento.

  Se a aplicação em erva-febra for realizada antes do início do afilhamento, apenas se deverá utilizar 1,5 a 2,5 L/ha.

  Para o controlo da erva-cabecinha (Phalaris minor), aplicar só até às 4 folhas.

  O balanco-maior é uma infestante de germinações escalonadas, por isso, a aplicação do DICLOXAN®, deve ser efetuada numa fase em que se consiga abranger o maior número possível de plantas já nascidas.

  Devem evitar-se aplicações de DICLOXAN® em condições de seca ou em que ocorram temperaturas inferiores a 5ºC e superiores a 15ºC.

  São particularmente suscetíveis as seguintes culturas: aveia, milho, sorgo e arroz.

  É necessário um intervalo de pelo menos 6 horas sem chuva, após a aplicação. 

  Quando se utilizarem herbicidas hormonais as aplicações devem medear 7 dias entre cada produto.

  Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança do produto.

  Os produtos fitofarmacêuticos (PFF) homologados em Portugal podem ser utilizados em proteção integrada (PI), não existindo uma lista de PFF's recomendados especificamente para esse efeito. A escolha do PFF deve ter, obrigatoriamente, em consideração a aplicação dos princípios gerais da PI e as normas definidas para a cultura.