PRODUTOS
Outros Produtos SAPEC
Visualizar Ficha Técnica CLP
Ficha de Segurança CLP
Tabela de Compatibilidades

LMR
Consultório Online
Mais informação
PRODUTOS



O MESOPEC 100 SC é um herbicida composto por mesotriona. A mesotriona é uma substância activa selectiva para a aplicação em pós-emergência do Milho. A absorção é sobretudo via foliar mas também pode ser através das raízes, com translocação ascendente e descendente, sendo o produto distribuído por toda a planta.
A mesotriona pertence ao grupo químico das Tricetonas e é classificada pelo HRAC (Herbicide Resistance Action Committee) como pertencente ao grupo F2. A molécula inibe a enzima-HPPD, competindo com ela ao nível da biossíntese da plastoquinona o que causa a disrupção da biossíntese dos carotenóides. Esta disrupção dos carotenóides leva à disrupção da síntese de clorofila causando o esbranquiçamento e morte das infestantes suscetíveis.
O MESOPEC 100 SC está indicado para o controlo de infestantes anuais gramíneas, dicotiledóneas e junça em Milho.

Tipo de Produto: Herbicidas
Formulação: Suspensão concentrada (SC) com 100 g/L ou 9,22 % (p/p) de mesotriona
Número APV/AV: AV 0986

Embalagens:
. 1 L
. 5 L
. 20 L

PERIGO

A consulta do site não dispensa a leitura atenta do rótulo

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

  MESOPEC® 100 SC é um herbicida sistémico, aplicado em pós-emergência.

  O produto é absorvido via foliar mas também pode ser através das raízes, com
translocação ascendente e descendente, sendo distribuído por toda a planta.

  MESOPEC® 100 SC está indicado para o controlo de infestantes anuais gramíneas,
dicotiledóneas e junça em Milho.

OBSERVAÇÕES

  As infestantes sensíveis ao MESOPEC® 100 SC exibem um característico esbranquiçamento geral antes de morrerem.

  Volume de calda a utilizar: 200-400 L/ha .

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

  Não aplicar quando temperaturas < 10oC.

  É recomendado alternar o uso de herbicidas com diferentes modos de ação.

  Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança do produto.

  Os produtos fitofarmacêuticos (PFF) homologados em Portugal podem ser utilizados em proteção integrada (PI), não existindo uma lista de PFF’s recomendados especificamente para esse efeito. A escolha do PFF deve ter, obrigatoriamente, em consideração a aplicação dos princípios gerais da PI e as normas definidas para a cultura.